YOGA E MEDITAÇÃO EM CAMPINAS

13 de nov de 2013

Desenvolvendo sua prática pessoal de Asthanga Vinyasa Yoga

Por Vanessa Malagó

Escrevi recentemente dois artigos que tratam sobre a importância de se ter uma prática pessoal de yoga e como começar a desenvolvê-la. Hoje abordarei novamente esse tema, mas sobre a perspectiva de um praticante de ashtanga vinyasa yoga. Sugiro que antes ou depois da leitura desse artigo, você dê uma olhada nesses dois outros textos, que são complementares ao que abordaremos agora: 
A importância de ter uma prática pessoal de yoga
Como desenvolver sua prática pessoal de yoga
A grande dúvida que os praticantes se deparam quando decidem iniciar uma prática em casa é como construir uma sequência equilibrada de posturas. No caso do ashtanga vinyasa yoga, trabalhamos com séries fixas de posturas, o que pode facilitar a vida de quem quer começar sua prática pessoal em casa.

As aulas no estilo Mysore, como o método é ensinado tradicionalmente, em que cada aluno vai construindo a sequência em seu próprio ritmo, oferece também ao praticante uma maior autonomia em relação às aulas guiadas.  Esse é um aspecto importante dessa metodologia,  que permite ao praticante vivenciar a prática de uma forma bastante pessoal e única. Diferente de um aluno que é conduzido a cada aula, aqui o aluno é quem assume a condução e o ritmo, o que o coloca numa postura mais ativa e responsável diante de sua própria prática.

5 de nov de 2013

Os Olhos e a Visão: Autocura e Prevenção

Por Miriam Barros e Vanessa Malagó


A visão é de longe o órgão dos sentidos que mais usamos para captar as mensagens do nosso redor, sendo que cerca de 80% dos estímulos que chegam ao cérebro vêm dos olhos. Nossos olhos estão entre as partes do corpo que trabalham mais longamente. Mesmo quando decidimos descansar, na maior parte das vezes os olhos não descansam, pois frequentemente escolhemos ver um filme, ler um livro ou jogar um jogo no computador. Nestas atividades, os olhos tendem a se cansar ainda mais, pois olhamos fixamente para a TV, o livro ou a tela do computador. 
 Além disso, usamos a visão muito mais para ver objetos próximos do que objetos distantes.Quando nos estressamos, geramos tensão em certos músculos do corpo. Isso também é válido para os olhos, pois tanto o formato do globo ocular quanto a focalização da imagem dependem de músculos existentes nos olhos, conforme mostra a figura abaixo. Os estresses mentais e emocionais geram tensões nos músculos dos olhos que ficam então encurtados e produzem deformações no globo ocular e no cristalino.

30 de out de 2013

Yoga para Olhos - Em novembro no Padma Bhavam

Em novembro faremos no Padma Bhavam a 9a. edição do Workshop Yoga para os Olhos.

O curso está voltado para  todos que tenham algum problema de visão ou para aqueles que queiram prevenir futuros problemas e aprender como cuidar bem de seus olhos.

Problemas de visão como miopia, astigmatismo, hipermetropia, presbiopia (dificuldade de ver de perto), além de outros mais sérios como catarata, glaucoma, entre outros são abordados nesse curso. Com enfoque extremamente prático, os participantes recebem orientações, dicas e um roteiro de exercicios, que podem facilmente ser introduzidos no seu dia-a-dia.

Veja abaixo as informações detalhadas sobre o curso e como se inscrever:



8 de out de 2013

Quem tem medo de cair?



Por Ivan Zacharauskas



Há alguns anos, começando a praticar hatha yoga, lembro-me de numa aula estar buscando o equilíbrio em pouso sobre a cabeça (salamba sirsasana) e sentir, de início lentamente e depois cada vez mais rápido, a queda de costas e o inevitável aproximar-se do chão do qual nada passa. Deixei-me cair, rolei com o corpo solto e a queda foi tranquila.


Tempos depois, dando aulas na mesma escola, um aluno perguntou-me o motivo de praticarmos pouso sobre a cabeça, quando tantas outras posturas invertidas estavam disponíveis no hatha yoga. Estudei minha prática pessoal, refleti e busquei uma resposta para as aulas seguintes.

3 de out de 2013

Como desenvolver sua prática pessoal de yoga?


Por Vanessa Malagó

No artigo publicado na semana passada (A importância de ter uma prática pessoal de yoga) tratamos da importância de se ter uma prática pessoal de yoga como complemento à prática em aula. Hoje vamos trazer algumas dicas e recomendações para que você possa construir uma prática pessoal com segurança.


A primeira dificuldade que normalmente percebo em meus alunos para começarem a praticar em casa é a de instituir uma nova rotina. Provavelmente vai ser difícil logo de cara você conseguir reservar de 1h a 1h30 para praticar em casa, se isso já não faz parte da sua rotina regular. Também não adianta colocar essa intenção e ela durar apenas nas primeiras semanas e depois você não conseguir manter um horário para praticar. Portanto, minha sugestão é começar apenas com alguns minutos. Se você conseguir reservar 30 minutos do seu dia uma ou duas vezes por semana já pode ser um ótimo começo. Senão, até mesmo 15 minutos já está valendo.  Você não conseguirá trabalhar as mesmas coisas que trabalha numa aula de 1h ou 1h30, mas poderá dedicar esse tempo para fazer alguma pequena sequência de posturas, alguma técnica de purificação (kriya), um exercício respiratório, um mudra ou alguma técnica de concentração. De início procure trabalhar com algo que você goste ou com alguma postura ou exercício que ajude a aliviar algum tipo de desconforto que você tenha normalmente. O tempo que você dedica para a prática fica sendo assim um momento prazeroso do seu dia. Isso vai ajudá-lo a construir uma rotina, de modo que depois de 1 ou 2 meses, se por acaso ficar algum dia sem a sua prática regular, é bem capaz que sinta falta dela. A partir do momento que se constrói o hábito, fica então mais fácil ir aos poucos estendendo o tempo de prática.

27 de set de 2013

A importância de ter uma prática pessoal de yoga



Por Vanessa Malagó

Fazer uma aula de yoga com um professor é a melhor maneira de ser introduzido à prática de yoga e de aprender suas técnicas. Mas igualmente importante é desenvolver uma prática pessoal de yoga, que pode ser complementar à prática de aula.

Numa aula você pode aprender os procedimentos para realizar determinadas posturas, cuidados e dicas de alinhamento, além de receber ajustes para executar as posturas de forma mais segura e adequada as suas necessidades. A presença do professor com suas instruções e correções ajuda e dá um grande suporte para o aluno evoluir em sua prática.

Mesmo depois de muitos anos praticando e ensinando yoga, gosto de fazer aulas com outros professores. O olhar do outro muitas vezes me revela diferentes perspectivas e me conduz a novos insights. Da mesma maneira gosto também de praticar só, desfrutando do silêncio e ouvindo minha voz interior.

13 de set de 2013

Sarve Sam Mantra

O Sarve Sam Svastir Bhavatu, também conhecido como Mantra da Paz, é um mantra utilizado para invocar tranquilidade e harmonia.

Veja a letra e a tradução e escute alguma de suas versões:




सर्वेषां स्वस्ति भवतु सर्वेषां शान्तिर्भवतु
सर्वेषां पूर्नं भवतु सर्वेषां मड्गलं भवतु

Sarveśām Svastir Bhavatu - Boaventura a todos.
Sarveśām Sāntir Bhavatu - Que todos tenham paz.
Sarveśām Pūrnam Bhavatu - Que todos possam atingir a perfeição,
Sarveśām Mangalam Bhavatu - a todos, sucesso e prosperidade.


सर्वे भवन्तु सुखिनः। सर्वे सन्तु निरामयाः।
सर्वे भद्राणि पश्यन्तु। मा कश्चित् दुःख भाग्भवेत्॥

Sarve bhavantu sukhinaḥ - Que todos sejam felizes.
Sarve santu nirāmayāḥ - Saúde a todos.
sarve bhadrāṇi paśyantu - Que o bem prevaleça em nossos corações
Mā kaścit duḥkha bhāgbhavet - eliminando todo sofrimento.

Versões do Mantra:

8 de ago de 2013

Como escolher um bom professor e estúdio para a prática de yoga?

Antes de sair em busca de um espaço para praticar é importante você ter uma ideia dos seus objetivos com a prática de yoga.

 Você está em busca de uma abordagem diferenciada para uma atividade física? Algo que lhe proporcione melhor qualidade de vida e lhe ajude a combater o stress? Pretende fazer uma prática mais vigorosa e energética ou busca algo mais introspectivo? Está com algum problema de saúde e recebeu indicação médica para praticar? Está procurando um caminho para autoconhecimento? A resposta a essas perguntas lhe servirá como guia para sua avaliação.

O yoga possui diversos caminhos e pra quem está tendo um primeiro contato com a prática, pode parecer difícil diferenciar essas abordagens e escolher por qual deles começar.

22 de jun de 2013

Por que praticar yoga durante a gestação



Por Vanessa Malagó

Como praticante e professora de yoga e mãe de dois filhos, gostaria de compartilhar minha experiência com o yoga durante a gestação.

Na busca de uma atividade física para fazer durante a gravidez, muitas gestantes acabam chegando ao yoga.  

A prática de yoga pode preparar fisicamente a mulher para o parto, assim como aliviar desconfortos durante a gestação. Dores na região lombar, nas pernas, tensão nos ombros, distúrbios digestivos e problemas posturais que podem aparecer ou se agravar conforme a barriga aumenta e o centro de gravidade do corpo se altera, normalmente são atenuados ou mesmo evitados por meio de uma prática regular.

O repertório de posturas trabalhadas numa aula de yoga envolve o corpo como um todo, alongando e tonificando músculos. A prática pode trazer à gestante mais flexibilidade, força e vitalidade, ajudando a combater a fadiga e enfrentar o peso extra e a hiperatividade dos hormônios. Com um corpo mais forte e flexível, a mulher estará também mais preparada para o parto, podendo experimentar diferentes movimentos e posições que ajudem a aliviar as dores das contrações. Os desafios que algumas posturas proporcionam ajudam a gestante a vivenciar gradualmente situações de maior esforço, de forma que possa lidar com isso mais facilmente durante o trabalho de parto.

7 de jun de 2013

Palestra: A crise como agente de mudanças - 22 de junho às 9:30h

O Espaço Pitanga e o Padma Bhavam convidam você para participar dessa palestra com Graziela Bergamini, que abordará o significado espiritual da crise.
Também teremos na ocasião o lançamento do livro "Viagens de uma Psicóloga em Crise", que narra as aventuras de Graziela em sua viagem à India.

Veja abaixo mais detalhes e como participar:
 

4 de mar de 2013

Curso de Mudras Terapêuticos - 16 de Março

Teremos agora em março no Padma Bhavam o Curso de Mudras Terapêuticos, conduzido por nossa amiga, Miriam Barros. A Miriam tem se dedicado bastante ao estudo e pesquisa desse tema e recentemente teve um trabalho premiado no Simpósio Internacional de Medicinas Tradicionais e Práticas Contemplativas da UNIFESP.  

O que são Mudras? 
São gestos realizados com as mãos com o intuito de estimular e equilibrar os pontos de energia do corpo humano. Eles estão presentes nas técnicas de meditação do yoga, na dança indiana, em artes marciais e em diversos elementos relacionados à cultura e iconografia hindu e budista.
Se quiser saber mais sobre o assunto, leia  artigo "Mudras Terapêuticos:A Saúde em suas mãos".

O curso está dividido em 2 módulos, que podem ser feitos independentemente. Confira abaixo as informações sobre o evento.  

 

7 de fev de 2013

Yoga para os Olhos - 23 de fevereiro no Padma Bhavam

Em fevereiro faremos no Padma Bhavam a 8a. edição do Workshop Yoga para os Olhos.

O curso está voltado para  todos que tenham algum problema de visão ou para aqueles que queiram prevenir futuros problemas e aprender como cuidar bem de seus olhos.

Problemas de visão como miopia, astigmatismo, hipermetropia, presbiopia (dificuldade de ver de perto), além de outros mais sérios como catarata, glaucoma, entre outros são abordados nesse curso. Com enfoque extremamente prático, os participantes recebem orientações, dicas e um roteiro de exercicios, que podem facilmente ser introduzidos no seu dia-a-dia.

Veja abaixo as informações detalhadas sobre o curso e como se inscrever. 


11 de jan de 2013

Curso de Meditação em nova data:



Introdução à Meditação
Com Carlos Legal e Duda Legal

16 de fevereiro – sábado – 9h às 17h

Objetivo do curso:
Orientar a construção da prática de atenção e concentração para meditação, introduzindo referenciais teóricos que darão suporte para a prática pessoal.

PROGRAMA
  •  Conceito de Atenção Plena, Concentração e Meditação
  •  O ser humano é um ser emocional que percebe o mundo através dos seus sentidos
  •  O papel dos sentidos na percepção
  •  O conceito de flow (fluxo)
  •  Introdução à Neurociência da Meditação
  •  Comportamento e saúde
  •  Yoga é Meditação
  •  Respiração como "âncora” para meditação
  •  A prática de Shamatha (calma permanência)
  •  Práticas de atenção, concentração e meditação

Condução:

Carlos Legal é administrador de empresas, com pós-graduação em gestão estratégica do conhecimento e da inovação. Consultor e palestrante organizacional desde 2000, atendendo diversas empresas e instituições, treinando mais de 10 mil pessoas. Estudioso e praticante de yoga e meditação desde 1991 e coidealizador do PYT® - Programa de Yoga no Trabalho. É multiplicador de meditação formado pela Associação Palas Athena, onde foi orientado pela professora Lia Diskin.

Eduardo Legal (Duda) é educador físico com especialização em Ginástica Laboral e Yoga. Docente da Universidade Anhembi Morumbi no curso de Naturologia nas disciplinas Yogaterapia e Terapias Meditativas desde 2003. Estudou diversos estilos de Hatha Yoga como Ashtanga Vinyasa e Iyengar e é coidealizador do PYT® - Programa de Yoga no Trabalho.

Investimento: R$ 180,00 a vista ou R$ 200,00 em 2x
10% desconto (alunos do Padma Bhavam, alunos do PYT, associados ABQV, APANAT e alunos Anhembi Morumbi)


Local: PADMA BHAVAM YOGA E MEDITAÇÃO
R. Gonçalves César, 86 – Guanabara - Campinas
Inscrições até 14/02: (19) 4141-6955   moradadolotus@gmail.com


Legalas Educação e Qualidade de Vida | Vila Yoga
Av. Gal. Ataliba Leonel, 3100 | São Paulo | SP

(11) 2978-5219 | 2971-1407 | www.legalas.com.br